5 dicas para médicos terem sucesso no mundo digital - Medpedia
24

5 dicas para médicos terem sucesso no mundo digital

celular com tela aberta em redes sociais

As redes sociais são excelentes para estreitar a comunicação entre médico e paciente. É preciso ser visto para ser lembrado e, hoje, buscar informações sobre saúde nas redes sociais já é uma prática muito comum entre pacientes.

Diante de tantas possibilidades que a internet e o marketing digital oferecem, pode ser difícil definir qual a melhor estratégia e como fazer com que as ações digitais realmente tragam resultados. Por isso, é importante conhecer as principais ferramentas e funcionalidades digitais para estabelecer quais transmitem melhor a essência e a identidade do médico.

Dicas práticas para estabelecer uma presença digital para médicos

Alguns passos são importantes para definir uma estratégia que realmente funcione para médicos:

Definir o público-alvo

O marketing digital na medicina está concentrado em alcançar pacientes em potencial no momento em que estão online. Por isso, é preciso definir quem é o público-alvo que deve ser atingido. Como a medicina possui diversas especialidades, o conteúdo deve ser direcionado ao público interessado naquele tipo de assunto e que está procurando por aquelas informações específicas.

Criar perfis nas redes sociais em que o público está presente

Mais do que estar nas redes sociais, é preciso estar exatamente onde atuais e futuros pacientes buscam informações. Por isso, é importante levar em consideração o perfil de usuário de cada rede social para determinar se ele faz parte do público a ser atingido.

As principais redes sociais indicadas para médicos são:

  • Facebook: é a rede social mais usada pelos brasileiros e que tem como público fiel pessoas com mais de 40 anos. Permite publicações de imagens e vídeos, assim como compartilhamento de conteúdos de amigos. As transmissões ao vivo começaram no Facebook e são grande sucesso entre os grupos fechados.
  • Instagram: é conhecido por ser a rede social dos jovens e que permite diferentes tipos de conteúdo, como imagens estáticas, vídeos curtos ou longos, transmissões ao vivo, além de uma proximidade maior entre médico e paciente.
  • Twitter: com conteúdos rápidos e curtos, a rede social é conhecida por falar de assuntos do momento de forma dinâmica e descontraída entre o público jovem.
  • LinkedIn: a rede social é voltada para contatos profissionais, ou seja, estabelecer vínculos com colegas de profissão, trocar conhecimentos, compartilhar experiências médicas e, por isso, é ótima para praticar networking.
  • WhatsApp: o aplicativo em sua versão business permite que sejam criadas etiquetas para organização e categorização das conversas, além de automações que facilitam a comunicação entre médico e paciente.

Além das redes sociais, outras mídias fazem parte do mundo digital e devem ser incluídas na estratégia do médico, como:

  • Google Meu Negócio: a plataforma é gratuita e ajuda a melhorar o posicionamento na hora de buscar informações, como endereço do consultório, telefone, e-mail e horário de funcionamento. Basta fazer um cadastro e escolher palavras-chave relevantes que irão direcionar o paciente ao conteúdo ou serviço.
  • Site e blog: ter um site profissional pode fazer a diferença. É nele que os pacientes poderão colher informações mais profundas e completas sobre a especialidade do médico. O marketing de conteúdo é visto como uma das principais formas de atrair as pessoas no mundo digital.

Criar uma identidade e forma de comunicação

As redes sociais funcionam como vitrines. Páginas, perfis, sites e blogs precisam representar o médico e sua especialidade, além de transmitir sua essência e criar uma identificação com o paciente. Uma identidade visual forte, com representações pessoais específicas, pode ser obtida por meio de cores, fontes e logotipo. Esse conjunto de fatores define a estrutura de anúncios, posts, publicações e vídeos. Assim, a marca ganha espaço e ultrapassa a esfera online, sendo presente no jaleco, receituário e cartão de visitas.

Estabelecer um planejamento de conteúdos nas redes sociais

Diante da rotina ocupada e da longa jornada de trabalho dos médicos, pode ser difícil encontrar ideias para criar as publicações. Por isso, é importante que seja feito um planejamento mensal que englobe diversos tipos de conteúdo, como dicas de saúde, informações sobre doenças, mitos e verdades sobre temas do momento, dados sobre diagnóstico, importância do tratamento, métodos de prevenção, os bastidores do consultório, hobbies e também projetos pessoais. Com esse planejamento, fica mais fácil criar os conteúdos, além de garantir constância, presença digital e humanização para os perfis do médico.

Porém, é importante atentar-se aos limites estabelecidos pelo Código de Ética Médica. Os conteúdos não podem ser meramente promocionais, devem ser educativos e esclarecedores. E, claro, jamais devem expor dados de pacientes. Ferir o Código de Ética Médica pode resultar em punições e até cassação do registro profissional, por isso, é essencial conhecer as regulamentações impostas para a publicidade médica.

Acompanhamento e monitoramento

Com todas as etapas anteriores concluídas e funcionando, chega o momento de acompanhar e monitorar para entender o resultado das ações digitais. As próprias redes sociais fornecem métricas e dados para o médico, dando insights e ideias do que pode melhorar e o que está gerando ótimos resultados. Também nessa etapa estão as interações, é muito importante que o médico mantenha um ritmo de respostas às mensagens que recebe para que o público sinta-se importante e continue acompanhando seus conteúdos.

As redes sociais tornaram-se uma fonte de pesquisa em saúde. Por esse motivo, os médicos precisam estar familiarizados com as plataformas e as possibilidades disponíveis. Essa é uma estratégia de marketing digital que ajuda a criar autoridade e contribui para as relações profissionais. Veja também outros conteúdos médicos relevantes para criar um posicionamento digital de forma estratégica e dentro dos padrões médicos estabelecidos.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Comentários

Leave a Reply

Posts relacionados

Alterações nos Termos de Uso

Os termos de uso do Medpedia foram alterados. Você pode aceitar ou recusar através do centro de preferências ou através dos botões abaixo. Para continuar utilizando o MedPedia você precisa concordar com os novos termos de uso.