A importância das ferramentas digitais na adesão ao tratamento - Medpedia
46

A importância das ferramentas digitais na adesão ao tratamento

médica utilizando celular como ferramentas digitais para adesão ao tratamento

Ajudar os pacientes a se curarem é parte fundamental da prática clínica, entretanto, algumas razões levam os pacientes a não aderirem ao tratamento medicamentoso. Diante disso, a medicina moderna, a partir do uso de ferramentas digitais, contribui para reverter esse quadro.

Se por um lado o alto consumo de medicamentos tem demonstrado preocupação dos profissionais e autoridades em saúde, na outra ponta a não adesão ao tratamento medicamentoso prescrito também é um alerta para os médicos.

Sejam quais forem os motivos, a não adesão ao tratamento impacta significativamente na saúde dos pacientes, no desfecho da terapia e tem reflexos na saúde pública.

A relevância do tratamento é indiscutível na medicina: a adesão medicamentosa garante sucesso da terapia proposta, a cura de uma enfermidade, o controle de uma doença crônica e até a prevenção de uma patologia.

Algumas ferramentas digitais ajudam para que os pacientes sigam as instruções prescritas pelos médicos e avancem no tratamento.

Principais motivos para a não adesão medicamentosa

A não adesão ao tratamento medicamentoso possui múltiplas razões que são determinadas por fatores socioeconômicos, culturais, psicológicos e até mesmo pela relação entre paciente e médico. As principais razões incluem:

  • esquecimento do horário prescrito;
  • não identificação dos medicamentos;
  • dificuldade em aquisição dos remédios;
  • falta de conhecimento ou interpretação das instruções;
  • pacientes que escolhem não tomar os medicamentos por qualquer outro motivo.

De modo geral, tratamentos mais longos, que envolvem maior número de remédios, apresentam menor adesão. Isso normalmente acontece porque o paciente, ao se sentir melhor, interrompe a medicação. Outro ponto é o indivíduo que, em algumas situações, passa a sentir efeitos colaterais e, assim, deixa de usar o medicamento.

Como engajar os pacientes a aderirem ao tratamento?

O uso da ciência comportamental pode ser um ponto de partida para melhorar o engajamento dos pacientes. Algumas teorias comportamentais podem ser aplicadas no contexto da prática clínica. As estratégias envolvem a percepção de riscos e benefícios, além das barreiras para as mudanças.

Para os pacientes que optam em não seguir as instruções, é importante que o médico explique a importância da adesão ao tratamento, quais são os efeitos colaterais e como minimizá-los. Explicar de maneira clara e responder aos questionamentos dos pacientes é responsabilidade do profissional de saúde.

Outra solução é utilizar as ferramentas digitais disponíveis que ajudam a melhorar a adesão medicamentosa incorporando a medicação e outras orientações à rotina dos pacientes.

Quais ferramentas digitais podem ajudar na adesão medicamentosa?

Com as inovações desenvolvidas a partir da evolução da medicina moderna, diversas ferramentas digitais, sobretudo, os aplicativos, impulsionaram os profissionais da área a propor novas tecnologias que contribuíssem para adesão ao tratamento medicamentoso.

Médicos, farmacêuticos e outros profissionais de saúde entenderam as dificuldades em aderir ao uso contínuo de medicamentos, em especial, nos pacientes crônicos, e então propuseram novas ferramentas digitais:

Far.me

A plataforma funciona como uma farmácia que simplifica a rotina de quem usa remédios diariamente. Essa ferramenta digital desenvolve uma caixa personalizada, que organiza toda a medicação que o paciente utiliza em um mês. Nela, os remédios são separados em sachês por dia, horário e dose.

A Far.me proporciona um serviço de farmácia completo, em que os pacientes são acompanhados em todos os processos da utilização de medicamentos. A ferramenta digital promove o uso seguro e a adesão ao tratamento medicamentoso, reduzindo complicações decorrentes de seu uso contínuo.

Boss Health

Trabalha a ciência comportamental para engajar pacientes a aderirem ao tratamento medicamentoso. A ideia surgiu da necessidade vista pelos médicos em evitar possíveis doenças se o engajamento em saúde fosse maior.

Para melhorar os indicadores de adesão, a Boss Health relaciona diversas estratégias, entre elas: uso de tecnologias de cuidado ao paciente, acesso à saúde, acompanhamento com estratégias motivacionais e disponibilidade de médicos e outros profissionais.

Atualização constante na medicina

A rotina de pacientes que dão início a algum tratamento medicamentoso, seja por um período curto ou longo, pode contribuir para a não adesão terapêutica. Assim, o esclarecimento dos médicos e o cuidado especial contribuem significativamente para os desfechos.

Estar alinhado as novas tecnologias e as ferramentas digitais disponíveis no mercado auxiliam médicos e outros profissionais a sugerir outras condutas relacionadas ao tratamento medicamentoso. Nossos conteúdos médicos possuem informações e outras temáticas importantes que mantêm os profissionais da área atualizados. Acesse e desenvolva a prática clínica alinhada às novas ferramentas digitais disponíveis na medicina moderna.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Comentários

Leave a Reply

Posts relacionados

Alterações nos Termos de Uso

Os termos de uso do Medpedia foram alterados. Você pode aceitar ou recusar através do centro de preferências ou através dos botões abaixo. Para continuar utilizando o MedPedia você precisa concordar com os novos termos de uso.