Conheça as inovações que favorecem a Ortopedia e a Medicina do Esporte - Medpedia
27

Conheça as inovações que favorecem a Ortopedia e a Medicina do Esporte

médicos conversando sobre ortopedia

As inovações tecnológicas presentes em diversas áreas da Medicina estão aliadas à garantia de melhores diagnósticos e tratamentos precisos. Incluí-las na conduta médica é um passo importante para gerar ganhos aos pacientes.

Seja qual for a especialidade médica, inserir novas práticas à rotina de consultórios e hospitais favorece a prevenção de doenças e mantém a qualidade de vida dos pacientes.

Na Medicina do Esporte os ganhos são ainda maiores. Isso porque, as inovações na Ortopedia possibilitaram o diagnóstico precoce, o tratamento de lesões, análises e orientações aos atletas e avaliação física para cada biotipo.

Atualmente, os centros avançados de medicina diagnóstica trazem uma abordagem com foco em Ortopedia e soluções rápidas, amparadas por ambientes modernos e com tecnologias que auxiliam a conduta médica. Três principais ferramentas contribuem para o desenvolvimento da Medicina Esportiva: impressão 3D, realidade virtual e robótica.

Qual o papel da impressão 3D na Medicina do Esporte?

Hoje, a Ortopedia oferece três tipos de impressoras 3D: de filamento, resina e titânio. Além do material utilizado para fabricação, método e qualidade de impressão, a impressão 3D atua em conjunto com o design, promovendo inúmeras vantagens, como: educação, guias cirúrgicos, órteses, planejamento cirúrgico e implantes customizáveis.

Na educação, a impressão 3D contribui para capacitar médicos e residentes, além de esclarecer dúvidas dos pacientes.

Já para o uso de órteses, as impressões em 3D possuem menos falhas no processo de fabricação porque são personalizadas e adequadas à anatomia do paciente. Ao contrário das órteses convencionais de talas gessadas, elas facilitam a higiene, são menos densas e mais sustentáveis.

Outro uso das impressões em 3D na Ortopedia é para o planejamento cirúrgico. Com elas é possível reproduzir a conduta médica que será aplicada no momento da cirurgia e, então, mapear oportunidades e falhas. Consequentemente, o médico definirá qual o melhor guia cirúrgico a ser aplicado.

Como a realidade virtual contribui para a Ortopedia e Medicina do Esporte?

Como próprio nome diz, a realidade virtual consegue integrar o mundo real ao virtual, possibilitando alguns ganhos para a Ortopedia e Medicina do Esporte.

Essa ferramenta tem como principal objetivo o treinamento de médicos e outros profissionais de saúde. Por meio da criação de ambientes virtuais, os estudantes podem visualizar detalhes do corpo humano e treinar procedimentos cirúrgicos. Com isso, os passos de uma cirurgia ortopédica podem ser monitorados evitando erros futuros.

Na Medicina do Esporte, essa ferramenta auxilia no treinamento esportivo e tratamento de lesões. Com a realidade virtual, já é possível criar virtualmente ambientes complexos que seriam impossíveis de fornecê-los aos pacientes, especialmente em regiões onde faltam centros de reabilitação.

Deste modo, as estratégicas do tratamento visam avaliar estímulos e movimentos pós-cirúrgicos, resultados positivos e recuperação do atleta.

O futuro da robótica na Ortopedia

A aplicação da robótica na Medicina concentra-se nos procedimentos cirúrgicos. Hoje, a cirurgia robótica já tem comprovação de eficiência e redução de erros médicos.

Na Ortopedia, uma das maiores áreas de atuação é a realização de cirurgias de quadril. O equipamento robótico é capaz de auxiliar no posicionamento correto de implantes e checagem de ângulos cirúrgicos. Outro ponto é que a robótica favorece uma atuação menos invasiva para o paciente por meio de pequenas incisões e restauração do tecido cicatricial.

Vale lembrar que, em uma cirurgia robótica, o robô é a ferramenta e o cirurgião tem o controle da operação, guiando os instrumentos cirúrgicos.

Com o desenvolvimento de diversas inovações tecnológicas aplicadas à Ortopedia, crescem também as plataformas de telemedicina capazes de unir o atendimento pré e pós-hospitalar.

W3.Care: aplicando a telemedicina na prática

A W3.Care tem o propósito de ajudar os profissionais de saúde nos atendimentos de todos os cenários da saúde. Com uma plataforma virtual desenvolvida pela própria empresa, médicos e socorristas podem vivenciar situações de urgências e emergências, auxiliando na tomada de decisão clínica, como conduta médica, geolocalização de recursos e hospitais de referência, comunicação hospitalar e prescrição digital.

Todos os processos e protocolos de atendimento são realizados e monitorados virtualmente por meio de dispositivos eletrônicos. Tudo isso contribui para colocar o paciente no centro do cuidado médico, desde o atendimento inicial até o tratamento proposto.

Para entender ainda mais sobre as inovações na Ortopedia e suas práticas na Medicina do Esporte, conheça nossos conteúdos sobre o assunto. Invista no aperfeiçoamento médico e insira novas práticas à sua rotina de atendimento. Seja um profissional com excelência no cuidado do paciente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Comentários

Leave a Reply

Posts relacionados

médico aplicando a telecardio

O que é telecardio?

A telecardiologia, também chamada telecardio, é uma das especialidades médicas que mais se beneficiaram das inovações tecnológicas no campo da Medicina, possibilitando inúmeras vantagens para médico e paciente. A necessidade

SAIBA MAIS

Alterações nos Termos de Uso

Os termos de uso do Medpedia foram alterados. Você pode aceitar ou recusar através do centro de preferências ou através dos botões abaixo. Para continuar utilizando o MedPedia você precisa concordar com os novos termos de uso.