O impacto da tecnologia na medicina de precisão - Medpedia
34

O impacto da tecnologia na medicina de precisão

equipamentos eletrônicos com exames de imagem do paciente, evidenciando a medicina de precisão.

A medicina vem se modificando gradativamente e parte desses avanços foi impulsionada pelo uso da tecnologia. Uma das novidades mais revolucionárias é a medicina de precisão.

A tecnologia possibilitou avanços significativos para a medicina, permitindo que o segmento adotasse novas práticas de tratamento e equipamentos de diagnóstico cada vez mais precisos. Toda essa implementação faz parte das características da medicina de precisão.

O conceito de medicina de precisão pode ser definido como o encontro de múltiplas tecnologias que possibilitam o atendimento preciso e individual do paciente. Por isso, ela pode ser definida como medicina personalizada ou individualizada.

A curto prazo, a medicina de precisão melhora o diagnóstico e a conduta médica de doenças já estudadas, evitando desperdício de recursos. Do mesmo modo que, a longo prazo, permite caracterizar as populações, disponibilizando informações para futuros estudos.

Sequenciamento do genoma humano: o início da medicina de precisão

A medicina de precisão não era possível anos atrás, pois não se tinha dados que pudessem conceder informações para diagnósticos e tratamentos individualizados.

O aprimoramento da tecnologia aplicada à medicina possibilitou sequenciar o genoma humano, e, assim, diversos genes foram identificados como agentes de doenças.

A partir do sequenciamento genético, foi possível individualizar os tratamentos, conhecer as características de cada paciente e até mesmo identificar a predisposição das pessoas às futuras patologias. Além dos dados tradicionais usados para os diagnósticos de doenças – histórico do paciente, sintomas, exames e outros – a medicina de precisão veio para somar, identificando o perfil genético do indivíduo.

Vantagens no diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças

Na medicina tradicional, um paciente diagnosticado com câncer seria encaminhado para uma conduta médica padrão para o tratamento dessa doença: cirurgia oncológica, quimioterapia e/ou radioterapia. Hoje, com os avanços da biotecnologia aplicada ao campo da genética, é possível personalizar a prevenção e tratamento de diversas patologias.

Quanto à descoberta de novos tratamentos, a medicina de precisão também contribui para que as variáveis possam ser esclarecidas. Durante a etapa final de ensaios clínicos, por exemplo, os pacientes acometidos pela doença são submetidos ao tratamento testado. É possível o surgimento de uma variabilidade de resposta entre os indivíduos, não explicada somente pela idade, estado nutricional ou fatores externos. Essa busca para justificar a ineficácia de um futuro tratamento pode estar nos estudos do genoma humano.

Assim, em um ensaio clínico para descoberta de novos tratamentos, o paciente que tem uma resposta diferente da maioria pode ser estudado individualmente. Logo, a medicina de precisão permite soluções para pessoas que não responderiam ao tratamento convencional, podendo até mesmo reduzir custos e tempo em relação aos ensaios clínicos.

Novas tecnologias aplicadas à medicina de precisão

A medicina e a tecnologia andam juntas para aumentar a qualidade do atendimento médico oferecido. Assim, as tecnologias biológicas foram impulsionadas pelo avanço da microeletrônica, computadores e processadores, conectividade sem fio e digitalização.

Mais que isso, os rumos da medicina continuam sendo traçados a partir do desenvolvimento de novas tecnologias. A convergência tecnológica entre diversas áreas, em especial, a inteligência artificial, a genômica, engenharia genética, tecidual, celular e as práticas médicas à distância como a telemedicina, permitiram mudanças favoráveis para a medicina.

Além disso, sem o uso da tecnologia, não seria possível a realização de testes genéticos, exames bioquímicos e análises de exames laboratoriais.

Todos esses equipamentos tecnológicos aplicados, interferem diretamente na qualidade de atendimento do paciente. Do ponto de vista do tratamento, a medicina de precisão permite a escolha de substâncias que minimizam os efeitos colaterais, produzindo melhores resultados. Quanto à prevenção, detecta manifestações clínicas e patológicas.

O futuro da medicina de precisão

A prática clínica constantemente se altera em virtude das novas tecnologias que são aplicadas pela medicina de precisão.

Essa nova conduta médica poderá propiciar um cenário no qual todas as informações geradas, desde o nascimento, sejam armazenadas, possibilitando a formação de uma rede de dados.

A combinação do conhecimento adquirido, impulsionando pelo uso das tecnologias, modificam diariamente a área da saúde e, hoje, a medicina de precisão se mostra mais real e acessível para as pessoas, desde um simples exame laboratorial até tratamentos mais complexos.

De fato, a medicina de precisão implica em tratamentos personalizados e precisos baseando-se no aporte da biotecnologia. Mas para que ela seja aplicada com eficácia, os médicos precisam estar conscientes dos benefícios que ela traz. Conheça nossos conteúdos médicos e tenha acesso às principais inovações da medicina de precisão contribuindo para a qualidade do atendimento aos pacientes.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Comentários

Leave a Reply

Posts relacionados

Alterações nos Termos de Uso

Os termos de uso do Medpedia foram alterados. Você pode aceitar ou recusar através do centro de preferências ou através dos botões abaixo. Para continuar utilizando o MedPedia você precisa concordar com os novos termos de uso.